Nintendo GameCube

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Nintendo GameCube (apelidado "Cube", abreviado NGC) é um console de video game produzido pela empresa japonesa Nintendo, lançado no mercado americano e japonês em novembro de 2001. É o sucessor do Nintendo 64, e seu codinome durante a produção era Dolphin. A intenção da Nintendo ao lançar este videogame era tentar retomar o mercado perdido para a Sony e seu PlayStation, todos parte dos consoles de sexta geração.Este console trouxe algumas novidades como a interação com o console portátil Game Boy Advance e um controle desenhado para melhor se adaptar aos jogadores de todas as idades. Alguns jogos de sucesso para esta plataforma são The Legend of Zelda: The Wind Waker, Super Mario Sunshine, Metroid Prime e Resident Evil 4. A Nintendo anunciou o fim da produção do GameCube no início de 2007. Seu código de modelo é DOL-001 (cuja sigla vem de DOLphin - o codinome do console).

História

O GameCube foi anunciado como sucessor do console de videogame Nintendo 64. Este fato ocorreu em 1999, numa feira de jogos eletrônicos chamada E3, que acontece todos os anos em Los Angeles, nos EUA, no mês de maio. No entanto, sua primeira aparição em público ocorreu em agosto de 2000, durante a feira japonesa de games Nintendo Space World, onde, além do console, também foram revelados alguns de seus jogos, acessórios e o nome oficial, Nintendo GameCube (NGC) - anteriormente o console era conhecido como Dolphin.

O Nintendo GameCube foi bem recebido pelos que se chocaram com o fato do Nintendo 64 ser a cartucho e por ele rodar discos (mini DVD). A evolução gráfica comparada com o Nintendo 64 foi um grande passo. Foi lançado em 14 de setembro de 2001 no Japão, 3 de maio de 2002 na Europa e 17 de maio na Austrália e em 18 de novembro de 2001 nos EUA, mais de um ano depois do PlayStation 2 (que logo dominou o mercado), e no mesmo ano do Xbox, a entrada da Microsoft no mercado dos videogames. O GameCube vinha em 3 cores: preto, azul e prata. Os jogos de lançamento no Japão, em setembro, foram Luigi's Mansion , Wave Race: Blue Storm e Super Monkey Ball. Por isso o lançamento japonês teve menos sucesso que o americano (também atribuem ao fato de ter sido lançado 3 dias depois dos ataques terroristas de 11 de setembro).

O GameCube ficou mais popular após o lançamento de Pikmin e Super Smash Bros. Melee (o jogo mais vendido do console), que levaram ao primeiro milhão de GameCubes no Japão, ainda em 2001. Outros sucessos como a série exclusiva Resident Evil ajudaram o console.

Grandes clássicos foram lançados para o console cúbico da Nintendo, seus maiores destaques são as séries: Metroid Prime, The Legend of Zelda, Resident Evil e Mario. Além de títulos que conquistaram os usuários do sistema como: Baten Kaitos, Metal Gear Solid: The Twin Snakes, Eternal Darkness e jogos do Sonic, da ex-rival Sega, que acabou se tornando uma das principais parceiras da Nintendo na produção de jogos para o Cube.

Nos EUA, o GameCube vendeu 13 milhões de unidades, ficando na 3ª colocação, atrás do Xbox (15 milhões) e PlayStation 2 (42 milhões). Mas na Europa, Japão e Brasil, o console garantiu o 2º lugar, atrás somente, do PlayStation 2.

Segundo os números oficiais, o GameCube vendeu 21,74 milhões de unidades mundialmente.

Mídia

O GameCube Optical Disc é um disco óptico de 8 centímetros, o formato conhecido por miniDVD. A capacidade é 1,5 GB. Fora escolhido pela Nintendo por ser mais difícil de falsificar que CDs/DVDs comuns, além de ter um tempo de leitura/carregamento bem menor do que as mídias dos seus concorrentes Xbox e PlayStation 2. A mídia, no entanto, não emplacou, e seu sucessor, o Wii voltou a adotar a mídia padrão, o DVD5.

Controle

O controle foi desenhado para se adequar melhor nas mãos, e tem a função Rumble (tremer) embutida. O controle tem os tradicionais botões direcionais em forma de cruz (D-pad), e como o DualShock do PlayStation, possui duas alavancas analógicas. Seus botões são o Start/Pause, os botões de ação A (verde), B (vermelho), X e Y (prata), gatilhos R e L nas bordas (que afundam com apenas um toque) e o botão Z (posicionado sobre o R). Há uma versão wireless, que usa pilhas e funciona por radiofrequência, o Wavebird.

Acessórios

Assim como em outros consoles da Nintendo, o GameCube teve uma grande quantidade de acessórios.

No Brasil

O GameCube chegou oficialmente ao Brasil em setembro de 2002, exatamente um ano após seu lançamento, pela distribuidora oficial, a Gradiente. Os preços eram altos, custando R$ 1.199. Em 2003, a Gradiente acabou quebrando contrato com a Nintendo e o GameCube passou a vir só por importadoras.

Xbox

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Xbox é o primeiro console console de videogame produzido pela empresa estadunidense Microsoft Corporation Em colaboração com Intel e Nvidia. O Xbox foi desenvolvido para competir contra PlayStation 2 da Sony e Gamecube da Nintendo como parte da sexta geração de consoles. Sua principal característica é o seu processador central baseado no processador Intel Pentium III. O sistema também incorpora um leitor DVD, Um disco rígido interno, porta Ethernet e, finalmente, o sistema tem quatro conectores para os controles.

A arquitetura do Xbox é baseado na arquitetura x86 semelhante ao PC, isso tornou mais fácil para os desenvolvedores adaptar um grande número de títulos de PC no Xbox, ajudando a expandir o catálogo de jogos do console.

Após o seu lançamento, a Microsoft começou a trabalhar no seu sucessor, usando uma arquitetura diferente. No final de 2005, Foi lançado Xbox 360 como sucessor do Xbox. Em 2006, a Microsoft retirou o Xbox do mercado, de forma dedicada à comercialização do Xbox 360. Foram vendidos 24 milhões de consoles, de acordo com dados oficiais.

O projecto do console da Microsoft iniciou-se em 1999, sendo anunciado por Bill Gates na Game Developers Conference em 2000. O nome inicialmente era DirectXbox, para destacar o extensivo uso do DirectX (algumas pistas se mantiveram após a redução do nome, como o logo do Xbox e o "X" no topo do console).

No dia 8 de Novembro de 2001 o console foi oficialmente lançada no mercado norte-americano, esgotando-se rapidamente. Em 2002, foi lançada na Europa e no Japão, onde a Microsoft conseguiu finalmente promover um boa imagem em território nipônico, unindo-se a Sega e lançando diversos títulos de sucesso clássicos como Jet Set Radio, Sega Gt, Panzer Dragon, entre outros.

Especificações

O Xbox é muito parecida em arquitectura com um PC comum, incluindo um processador da Intel, uma placa de Vídeo da Nvidia, e um núcleo baseado em Windows 2000.

Jogos

 

Dos jogos de lançamento do Xbox, o mais bem sucedido foi Halo: Combat Evolved, um atirador que foi aclamado criticamente e foi um dos jogos mais vendidos do ano. Outros jogos bem sucedidos no começo foram NFL Fever 2002, Project Gotham Racing e Dead or Alive 3.

Como os jogos iniciais não exploravam a capacidade total, o Xbox não cresceu muito.

Em 2002/2003, jogos como MotoGP, MechAssault, Ninja Gaiden,Star Wars: Knights of the Old Republic e Ghost Recon atraíram mais compradores. Além disso, jogos de outras plataformas e computador ganhavam versões (Grand Theft Auto III, Grand Theft Auto: Vice City), ás vezes exclusivas (Doom 3, Half-Life 2).

O jogo mais vendido do Xbox foi a sequência de Halo, Halo 2 (2004) que rendeu US$100 milhões em apenas um dia, e vendeu 7 milhões de cópias.

A Microsoft também perdeu milhares de milhões (biliões/bilhões) de dolares por causa da pirataria e chips de destravamento,que são muito usados porque permitem varias coisas como:

LIVE

A rede XBOX LIVE permite que aos jogadores jogar online pela Internet pagando uma mensalidade. Há muitos jogos habilitados para essa rede o que tornou o XBOX referência em console para esta finalidade. A LIVE é muito bem estruturada e possui ranking de jogadores, chat e campeonatos. Porém, no Brasil não está disponível para a versão original do Xbox, pelo fato do console não ter sido revendido oficialmente no país, diferente do Xbox_360 que é revendido oficialmente no mercado nacional e possui a rede Live disponível para seus jogadores.

Existem também programas gratuitos para jogar online com outros jogadores, lembrando que esse método não é apoiado pela Microsoft.

X - Link Kay

O programa usado para simular uma jogatina via LAN no Xbox. Muito cultuado entre os jogadores, tem suporte a chat via voz e via texto. É preciso de um Xbox desbloqueado e com o uma dashboard alternativa (como o XBMC).

Jogos Playstation 2

Street Fighter EX3 (2000)

Crash Bandicoot: The Wrath of Cortex (2001)

Tony Hawk 3 (2001)

Kingdon Hearts (2001)

Metal Gear Solid 2: Sons of Liberty (2001)

Spider-Man: The Movie (2002))

Ecco The Dolphin: Defender of the Future (2002)

Rayman 3:Hoodlum Havoc (2003)

Soul Calibur 2 (2003)

Final Fantasy XI (2004)

Grand Theft Auto: San Andreas (2004)

Gran Turismo 4 (2005)

The Devil May Cry 3 (2005)

Pro Evolution Soccer 2010 (2009)

 

 

Jogos Xbox

Batman: Vengeance (2001)

Halo: Combat Evolved (2001)

Blade II (2002)

Rallisport Chalenge (2002)

Project Gotham Racing 2 (2003)

Amped 2 (2003)

Call of Duty: Finest Hour (2004)

Constantine (2005)

Final Fight Streetwise (2006)

 

 

 

Jogos GameCube

Luigi's Mansion (2001)

NBA Street (2002)

Super Mario Sunshine (2002)

Star Fox Adventures (2002)

The Legend of Zelda: The Wind Waker (2003)

Hitman 2: Silent Assassin (2003)

F-Zero GX (2003)

Final Fantasy Crystal Chronicles (2004)

Spider-man 2 (2005)

One Piece: Grand Adventure (2006)

Voltar ao topo da página

Vídeos Interessantes

Sega Dreamcast

 

                                                                                        

 Playstation 2

                                                                                        

 

 

Xbox

 

Nintendo GameCube

 

 

Segagaga

'Segagaga' (em japonês: セガガガ, 'Segagaga') É um jogo estilo RPG (role-playing game) desenvolvido por Tez Okano da Sega e lançado apenas no Japão para o Dreamcast da Sega em 29 de março de 2001, no final da vida útil do console.

O enredo de Segagaga parodia Dreamcast o console comercialmente mal sucedido - o jogador é recrutado pela Sega em um último esforço para parar a malvada empresa DOGMA de controlar o mercado de consoles. O jogo,com cenas intercaladas de animação, apresenta inúmeras participações especiais de personagens da Sega e jogos, bem como uma variedade de estilos de jogo.

Gameplay

Embora uma variedade de gêneros estão incluídos, como minigames ou não, a estrutura geral de Segagaga é a de um jogo de role-playing game. 'The Game' paródias mostra a concorrência entre o Dreamcast e PlayStation 2, desafiando o jogador a controlar a empresa e impedir DOGMA de obter todo o mercado. Na primeira seção de The Game, o jogador deve progredir através dos estúdios da Sega desenvolvimento e combate vários empregados. Se o jogador é derrotado, um mês de tempo de desenvolvimento está perdido.

História

Situado no ano 2025, a história retrata Sega com apenas uma quota de 3% do mercado. Na Ota, Tóquio, a cidade em que a Sega foi criada em 1951, o Projeto das formas da empresa 'Segagaga': um plano para salvar SEGA do seu principal concorrente, a maligna DOGMA (uma paródia da Sony ). Como parte do Projeto Segagaga, Sega leva dois adolescentes 'Tarō Sega' 瀬贺太郎 (em japonês: , 'Sega Tarō', 瀬贺太郎) (O personagem do jogador) e Yayoi Haneda (羽田弥生, (em japonês: 'Haneda Yayoi'?, (羽田弥生,)), E empregá-los para orientar Sega a ir para o topo do mercado. O jogo tem como característica aparições de personagens Sega do passado e do presente, como Alex Kidd e Sonic the Hedgehog. 'The Game' também contém referências associadas da Sony PS1 e PS2. Vários jogos ocultos são paródias.

 

  

Jogos Dreamcast

Sonic Adventure (1999)

Soul Calibur (1999)

Shenmue (2000)

Crazy Taxi (2000)

Jet Grind Radio (2000)

Grandia II (2000)

Resident Evil: Code Veronica (2000)

Phantasy Star Online (2000)

Daytona USA 2001 (2001)

Headhunter (2001)

PlayStation 2

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

PlayStation 2 (tendo sua abreviação como PS2) é o segundo console da empresa Sony, após o PlayStation original. Seu desenvolvimento foi anunciado em Março de 1999 e foi lançado no Japão em Março de 2000. A versão norte-americana foi mais tarde lançada em 26 de Outubro de 2000. Após um lento primeiro ano, o PlayStation 2 cresceu a ponto de tornar-se o mais popular console da história dos videogames, com mais de 140 milhões de unidades vendidas até 2009.]

Embora seu sucessor PlayStation 3 tenha sido lançado, o PS2 continua sendo fabricado e novos jogos ainda são produzidos.

História

Em abril de 1999, tivemos as primeiras notícias sobre um sucessor do PlayStation.

O lançamento oficial do PS2 foi em 4 de março de 2000 no Japão e 26 de outubro de 2000 no Estados Unidos. A notícia se espalhou tanto que causou uma escassez nas lojas no dia do lançamento.

Apenas alguns milhões de pessoas tinham obtido o console até o final de 2000 devido a atrasos na fabricação.Após o seu lançamento, era difícil encontrar unidades PS2 nas prateleiras dos revendedores.Outra opção era comprar o console na internet através de sites de leilões, como o eBay, Onde pessoas pagavam mais de mil dólares por um PS2. Inicialmente o PS2 vendeu bem com base na força da marca PlayStation e da compatibilidade com a versão anterior, vendendo mais de 980.000 unidades no Japão em 5 de março de 2000, um dia após o lançamento. Mais tarde, a Sony adicionou novos kits de desenvolvimento para desenvolvedores de jogos e mais unidades de PS2 para os consumidores.

Em setembro de 2004, na mesma epoca do lançamento do GTA San Andreas, A Sony revelou um PS2 novo, mais fino. Em preparação para o lançamento dos novos modelos (SCPH-70000-90000), a Sony deixou de fabricar os modelos mais antigos (SCPH-30000-50000).

A Sony anunciou que a partir 1 de abril de 2009 o PS2 custaria 99,99 dólares no varejo.

Online

É possível jogar online pela Internet com o auxílio de um modem. O jogador precisa ter uma conexão de banda larga e comprar o adaptador de rede (uma espécie de modulo do Playstation 2 que adiciona modem e ethernet ao aparelho) vendido separadamente (o PStwo já possui tal adaptador integrado). Há uma seleta gama de jogos para se jogar online incluindo um aplicativo de Videoconferência que utiliza a câmera EyeToy.

Todos os jogos de PS2 lançados depois de 2003 são protegidos pela Rede Dinâmica de Autenticação (DNAS). O objetivo deste sistema é evitar a Pirataria e trapaças. O DNAS impedirá cópias ilegais ou cópias modificadas.

Acessórios e periféricos

Nesta lista mostra os acessórios e periféricos do PS2:

Multimédia e periféricos

O modelo original para PlayStation 2.

Os modelos (SCPH-10000, SCPH-15000 e SCPH-18000) foram vendidos apenas no Japão. Estes modelos incluíam um PCMCIA ranhura em vez da porta Dev9 dos modelos mais novos. A PCMCIA-to-adaptador Dev9 foi posteriormente disponibilizado para esses modelos. SCPH-10000 e SCPH-15000 não tinha uma reprodução do filme de DVD incorporado e, em vez invocado software de reprodução de criptografado que foi copiado para um cartão de memória de um CD-ROM incluído. (Normalmente, o PS2 só vai executar software de encriptação de seu cartão de memória, mas veja PS2 Independence Exploit. V3 tinha uma estrutura substancialmente diferente da interna revisões posteriores, apresentando vários interligados placas de circuito impresso. A partir de V4 tudo foi unificado em uma placa, exceto o fornecimento de energia. V5 introduzidas pequenas alterações internas, e que a única diferença entre V6 (algumas vezes chamado V5.1) e V5 é a orientação do Power/Reset conector da placa do interruptor, que foi revertida para impedir o uso de não-solda Modchips. V7 e V8 incluídos apenas pequenas revisões a V6. Assembleia da PS2 se mudou para o People's Republic of China durante o desenvolvimento do V9 (números de modelo SCPH-50000 e SCPH-50001). A atualização acrescentou um console infravermelho porta para o DVD opcional controle remoto, Retirou a norma IEEE 1394, adicionou a capacidade de ler DVD-RW e DVD + RW, acrescentou Progressive Scan para reprodução de filmes em DVD, e acrescentou uma ventoinha silenciosa. V10 e V11 foram apenas pequenas revisões para V9.

A cor padrão do PS2 é preto fosco. Diversas variações de cor foram produzidos em quantidades diferentes e regiões, incluindo cinza, amarelo,azul, prata metálico, marinha, preto meio opaca, branco pérola,Sakura roxo, cetim ouro, prata acetinado, branco neve, super vermelho, azul transparente (Blue Ocean) e também Pink Limited Edition cor que foi distribuída em algumas regiões como Oceania, e partes da Ásia.

Modelo Slim

Um PS2 mais fino.

Em setembro de 2004, foi lançado o V12 ou SCPH-70000. Disponível em novembro de 2004, é menor do que a versão antiga e inclui uma porta Ethernet. Em alguns lugares também inclui um modem. Além do tamanho e peso foram reduzidos a 230 mm de altura, 152 mm de largura e 28 mm de profundidade (ou seja, menos 32%).

Devido ao seu perfil estreito, que contém a baia de expansão de 3,5 polegadas, e, portanto, não dá suporte a disco rígido interno, mas, devido à presença de portas USB 1.1 pode ser usado um disco rígido externo (mas nenhum jogo requer um disco rígido interno) e agora usa uma fonte externa de energia, tais como GameCube. Embora as portas USB estão disponíveis, a falta de unidade de disco rígido tem envolvido um problema porque as portas USB 1.1 são mais lentas e o fato de que poucos jogos foram feitos para usá-la. Para algumas pessoas, esta tem sido uma limitação, especialmente para aqueles que preferem jogos como Final Fantasy XI, que exige o uso de periféricos, e evita o uso do pacote oficial de PlayStation 2 Linux. Houve conflitos na numeração deste modelo, uma vez que existem duas sub-versões do SCPH-70000. Uma delas inclui o antigo EE e GS e outro contendo a nova e unificada EE + GS chip. Duas propostas de nomeação foi o nome do modelo antigo (EE e GS separados) r11.5 eo modelo V12 novo, e para nomear o antigo modelo V12 e V13 de novo. Hoje, a maioria das pessoas só chamá-los de ambos os modelos V12 e V12 para o V13 para o velho e o novo.

O modelo V12 foi lançado em preto. A versão prata está disponível no Reino Unido, Austrália, Japão e em toda a Europa.

Existe também um modelo V14 (SCPH-75001 e SCPH-75002) contendo o chip EE + GS e circuitos diferentes em comparação com as revisões anteriores, alguns chips têm uma data de direitos autorais de 2005, em comparação com 2000 ou 2001 e modelos mais antigos. Ele também tem uma lente diferente e alguns problemas de compatibilidade com alguns jogos e mesmo a PlayStation 1 e a PlayStation 2.

No final de 2005 constatou que algumas fontes de alimentação dos modelos slim eram defeituosas e poderiam superaquecer. As unidades foram trocadas pela Sony, a empresa fornece um modelo de substituição. O 70.040 foi o que mais sofreu com este problema a Sony não tem conhecimento de tal erro. Em 9 de julho de 2005 a Sony lançou o 70.050 uma versão sem falhas.

Outra melhoria do console PlayStation 2 Slim (SCPH-90000) foi lançado no Japão em 22 de novembro de 2007, e E.U. e da UE no final de 2008, com um redesenho que a oferta interna de energia incorporada como parte do console, e um ventilador silencioso que baixou a temperatura interna, ao contrário das versões anteriores, reduzindo o peso total de 720 gramas. A série de SCPH-90000 e 90010 fabricados depois de março 2008 incorporam uma revisão do BIOS, que corrige os problemas dos modelos anteriores.

PSX

A Sony também fabricou um dispositivo chamado de PSX que pode ser usado como um gravador de vídeo digital e gravador de DVD, além de jogar jogos de PS2. O aparelho foi lançado no Japão em 13 de dezembro de 2003 e, embora ele nunca foi lançado em qualquer outro lugar, ele pode ser encontrado à venda em algumas das lojas da Sony Style localizada em uma série de países. O PSX foi mal recebido em ambas as áreas do globo, algumas características principais se encontrarem ausentes da primeira revisão do hardware e com experiência de vendas muito fracas. O sistema é considerado uma raridade e está agora à venda por cerca de 500 dólares no eBay. O PSX foi também o primeiro produto da Sony que incluiu a interface XrossMediaBar.

Vendas

Região Unidades vendidas Primeiro disponíveis
Japão 21 milhões ((a partir Outubro 1, 2008) Março 4, 2000
América do norte 50 milhões(a partir Dezembro 2008) Outubro 26, 2000
Europa 48 milhões ((a partir Maio 6, 2008) Novembro 24, 2000
Em todo o mundo 138 milhões (a partir Agosto 18, 2009)

Em 29 de novembro de 2005, o PlayStation 2 se tornou o console de video game mais rápido a chegar a 100 milhões de unidades vendidas, realizando o feito no prazo de 5 anos e 9 meses de seu lançamento. Essa conquista ocorreu mais rápido que seu antecessor, o PlayStation, Que levou 9 anos e 6 meses para atingir o feito.

O PS2 já vendeu 138 milhões em unidades no mundo inteiro a partir de 18 de agosto de 2009, segundo a Sony. Na Europa, a PS2 vendeu 48 milhões de unidades a partir de 6 de maio de 2008, segundo a Sony Computer Entertainment Europe. Na América do Norte, o PS2 já vendeu 50 milhões de unidades em dezembro de 2008. No Japão, o PS2 vendeu 21.454.325 unidades a partir de 1 de outubro de 2008, de acordo com Famitsu/Enterbrain.

Na Europa, o PS2 vendeu 6 milhões de unidades em 2006 e 3,8 milhões em 2007, De acordo com estimativas da Electronic Arts.Em 2007, o PS2 vendeu 3,97 milhões de unidades nos Estados Unidos de acordo com a NPD Group e 816.419 unidades no Japão, segundo a Enterbrain. Em 2008, o PS2 vendeu 480.664 unidades no Japão, segundo a Enterbrain.

No Brasil

O Playstation 2 começa a ser fabricado no Brasil, Zona Franca de Manaus a partir do segundo trimestre de 2010. Alguns jogos também serão produzidos no mesmo local.

Como a importação ainda é algo muito caro, devido a taxas alfandegárias e taxa de frete, a grande maioria dos consoles entram no país por contrabando e são vendidos sem garantia. Os jogos contrabandeados são falsificados, mas já é comum pessoas com acesso a internet fazerem o download de jogos, gravá-los e vendê-los no mercado informal.

Geralmente, os consoles contrabandeados são todos destravados com mod chips, para que possam executar jogos falsificados e filmes em DVD de qualquer região.

O preço do PS2 Slim no Brasil diminuiu, de 2004 até 2008, cerca de 70%.

No começo, em 2004, ele foi lançado com preço de R$ 1.499,00. Hoje, 2009, custa algo em torno de R$ 300,00 a no máximo R$ 700,00.

O PS2 (grande, popularmente conhecido no Brasil como caixote ou tijolão), parou de ser vendido nas principais lojas brasileiras em 2005, devido o lançamento da série slim.

O Playstation 2 se tornou o console mais popular do país, devido a diminuição de seu preço ocorrida com o tempo, e a facilidade de instalação de modchips no mesmo, que propiciam a utilização de jogos piratas. Sendo lançado dia 18 de novembro de 2009 pelo preço de R$799,00 na loja da sony, sony style, e seus jogos tiveram redução de preços, no entanto o preço do console foi criticado, pois o preço do importado em lojas como americanas e submarino que pagam impostos é em media R$500,00.

Destravas (Pirataria)

O Playstation 2 possui um esquema de verificação de mídia para apenas aceitar mídias (CDs/DVDs) originais da SONY. Esse esquema (DRM) é comum nos videogames mais populares, como XBox 360, Nintendo Wii, Game Cube, entre outros; e garante a venda do hardware a um preço muito próximo do seu custo de fabricação ou até mesmo mais barato, pois o verdadeiro lucro das empresas de games é com os jogos e não com o aparelho.

Existem, porém, algumas maneiras de burlar essa verificação de mídia. Para o PlayStation 2, existem 3 maneiras de burlar (ou destravar) esse sistema de checagem de midia/jogo original

Tipos de mídias

Oficialmente, o Playstation 2 só lê e trabalha com mídias originais e produzidas pela Sony. Além de DVD's e CD's originais, que sejam do mesmo código de área de onde o aparelho foi importado.

A 6ª geração

Sega Dreamcast

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Sega Dreamcast (Japonês: ドリームキャスト; os codinomes foram "Blackbelt", "Dural" e "Katana" durante o seu desenvolvimento) foi o último console de videogames da Sega e o sucessor do Sega Saturn. Com o objetivo de recuperar o mercado dos consoles com um sistema de sexta geração, foi criada por forma a bater tecnologicamente o PlayStation da Sony e a Nintendo 64. Era a console mais avançado de sua época e o mais completo de sua geração.Mesmo tendo sido considerada um console que se encontrava "bastante à frente do seu tempo" (foi lançado 15 meses antes do PlayStation 2 e três anos antes do GameCube e do Xbox), ela falhou em ganhar "força" suficiente antes do lançamento do PlayStation 2 em Março de 2000.

História

O desenvolvimento do Dreamcast iniciou-se pela produção de dois projetos diferentes: O projeto Black Belt foi desenvolvido pela Sega americana em conjunto com a 3Dfx, enquanto a Sega Japonesa desenvolveu o projeto Dural em conjunto com a NEC e a Hitachi. No final o projeto Dural acabou sendo escolhido, o que levou o time de desenvolvimento do Black Belt a se desligar da SEGA. Posteriormente, o projeto Dural foi renomeado Katana, até finalmente receber seu nome definitivo: Dreamcast (Elenco dos Sonhos).

O lançamento do Dreamcast no Japão em 27/11/1998 foi um sucesso, esgotando as 150.000 unidades disponíveis em um único dia. Nos Estados Unidos da América o Dreamcast bateu o recorde de vendas de todos os consoles até hoje, com 500.000 unidades só na data de lançamento, em 9/9/1999. No Brasil o aparelho foi lançado pela Tec Toy em outubro de 1999.

Diversas empresas desenvolveram jogos para o Dreamcast. Houve inclusive o apoio da Microsoft, que desenvolveu para o Dreamcast um kit de desenvolvimento baseado no Windows CE, que permitia portar jogos da plataforma PC para o console com mais velocidade e facilidade.

Em março de 2002 a SEGA anunciou uma mudança de planos, onde estaria desenvolvendo jogos para os outros videogames disponíveis no mercado. Com isso o Dreamcast estava sendo oficialmente descontinuado. Apesar da boa participação no mercado americano e europeu, a forte concorrência do Sony Playstation 2 e os seguidos anos de prejuízo aliado às baixas vendas no mercado japonês ajudaram para que isso acontecesse, pois também os novos videogames tinham um processador mais potente e usaram o novo tipo de disco de mídia, o DVD.

Nos meses que se seguiram, diversos jogos em desenvolvimento tanto pela SEGA quanto por outras empresas foram cancelados. Desenvolvimento de novos jogos ainda acontecem - apesar de raros, e se restringe ao mercado japonês.

Hoje em dia existe uma forte comunidade de desenvolvimento caseiro para o Dreamcast. Utilizando um Kit de desenvolvimento também caseiro, chamado KallistiOS, estão sendo desenvolvidos diversos jogos, emuladores e aplicações que dão um sobrevida ao console.

Características

O Dreamcast vinha equipado de um modem, que permitia o acesso à Internet através de um navegador desenvolvido especificamente para ele. Também foram lançados diversos jogos que permitiam partidas online. No Japão ainda foram lançados diversos jogos que possibilitavam a conexão com servidores regionais, permitindo partidas online dentro de redes específicamente criadas para aqueles jogos. No resto do mundo, todos os jogos online utilizavam exclusivamente a Internet. Ainda no Japão, diversos serviços online foram criados, como vídeo conferência e o download de músicas para karaokê, e através do navegador de internet era possível conversar via Internet utilizando um microfone conectado ao controle do videogame.

O Dreamcast utiliza um formato especial de CD-ROM desenvolvido pela Yamaha especialmente para a SEGA, chamado GD-ROM. Com capacidade de 1 Gigabyte, o formato parecia ser a prova de pirataria, até que em em junho de 2000 um grupo hacker chamado Utopia disponibilizou a imagem de um CD de boot, que permitia que o Dreamcast executasse jogos rodando em um simples CD-R. Isso era possível devido ao Dreamcast também suportar o formato Mil-CD, permitindo que um CD-R nesse formato fosse executado no console sem problema algum.Os Dreamcast fabricados após outubro de 2001 não possuem mais suporte ao formato Mil-CD, mas àquela altura milhões de unidades no mercado já haviam sido vendidas.

Um GD-ROM possui duas seções de dados: a primeira pode ser lida em drives de CD-ROM de computadores e que normalmente continham alguns bônus do jogo (papéis de parede, informações), enquanto a segunda contém os dados do jogo em sí, e só é acessado pelo Dreamcast.

Os jogos são codificados para funcionarem apenas nos aparelhos de sua própria região. Isso significa que jogos lançados em uma região não funcionará em aparelhos de outras regiões. As regiões disponíveis são: Japão, Estados Unidos da América (que inclui o Brasil) e Europa.

Acessórios

No Brasil

O Dreamcast teve sucesso razoável, apesar do alto preço, chegando a 20.000 unidades após 10 meses. A Tec Toy não o importa desde 2006, quando foi retirado de linha no Japão. Em 2006 revelaram seus jogos mais vendidos no Brasil:

  1. Sonic Adventure
  2. Sonic Adventure 2
  3. Blue Stinger
  4. Monaco Grand Prix
  5. Tomb Raider: The Last Revelation
  6. The King of Fighters Dream Match '99
  7. Hydro Thunder
  8. Resident Evil Code: Veronica
  9. Virtua Striker 2
  10. Sega Rally II

Jogos

Em sua curta vida, o Dreamcast recebeu cerca de 350 jogos (nos EUA). Além de jogos feitos pela própria Sega (Sonic Adventure, Shenmue, Skies of Arcadia), houve certo apoio de empresas externas (Dead or Alive 2, da Tecmo, Soul Calibur da Namco, as séries Resident Evil, Power Stone e Street Fighter da Capcom), embora algumas como Electronic Arts e Square não tenham colaborado. Por ter jogos de destaque nos diversos gêneros, o Dreamcast ainda possui um bom número de fãs. No Japão, estima-se que o Dreamcast possua mais de 800 jogos lançados, e ainda em 2009 há jogos de pequenas empresas a serem lançados oficialmente.

Embora o Dreamcast não tivesse nenhum dos jogos populares da EA esportes, devido na parte às perdas da EA com o Sega Saturno, títulos de esportes da Sega ajudaram a preencher esse vácuo. A maior competição entre os jogos de esportes entre Sega e EA nos ESTADOS UNIDOS era seus jogos de football americano isto é, NFL 2K1 contra. Madden NFL 2001. Ambos os jogos foram altamente consagrados, NFL 2K1 que tem a vantagem de se jogar em rede e madden NFL 2001 que tem uma ótima qualidade gráfica. NFL 2K1 vendeu na época aproximadamente 410.000 cópias a mais que madden NFL 2001.

Dentre os títulos que mais fizeram sucesso em partidas online, destacam-se Quake III Arena, aonde era possível a interação entre usuários de PC e de Dreamcast, Bomberman e Phantasy Star Online.

No Brasil, os jogos que para o console que mais se destacaram foram Sonic Adventure, Resident Evil Code: Veronica, Shenmue, Marvel VS Capcom 2, Capcom VS SNK e Quake III Arena.

MENU

Clique nos BOTÕES do Wii Remote

8bits 32 bits home de la para ca o futuro