PlayStation 3

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

 

O PlayStation 3 (marca registrada como PLAYSTATION 3, geralmente abreviado PS3) é o terceiro console de videogames produzido pela Sony Computer Entertainment e sucessor do PlayStation 2 como parte da série PlayStation. O PlayStation 3 concorre com o Microsoft Xbox 360 e o Nintendo Wii como parte da sétima geração de consoles de videojogos.

Uma das maiores funções que distinguem o PlayStation 3 de seus predecessores é a sua capacidade de processamento. Outras funções do console incluem uma robusta capacidade para multimídia, conectividade com o PlayStation Portable (PSP) e o uso da próxima geração de discos ópticos, Blu-ray Disc, como o meio de armazenamento primário.

O PlayStation 3 foi inicialmente lançado em 11 de novembro de 2006 no Japão, 17 de novembro de 2006 na América do Norte e 23 de março de 2007 na Europa e Oceania, com duas unidades de manutenção de estoque (SKUs): uma básica com um drive de disco rígido (HDD) de 20 GB e uma versão premium com um HDD de 60 GB e várias funções adicionais. A versão de 20 GB não foi lançada na Europa e na Oceania. Desde então, o console teve várias revisões feitas a seus SKUs disponíveis e enfrentou competição acirrada com os outros consoles de sétima geração. Em dezembro de 2007 ele assumiu o 2º lugar nas vendas de sua geração, e, apartir deste então, o PlayStation 3 ocupa o terceiro lugar nas vendas de sua geração, tendo vendido mais de 23 milhões de unidades.

Foi planejado inicialmente para o console ter 2 portas HDMI, 3 portas Ethernet e 6 portas USB, entretanto, como mostrado na E³ 2006, isto foi mais tarde reduzido para um porta HDMI, uma porta Ethernet e quatro portas USB, presumidamente para cortar custos. Também foram anunciadas duas configurações do console, uma de "60 GB" e uma de "20 GB", por US$599/€599 e US$499/€499 respectivamente. O de 60 GB seria a única configuração a apresentar uma porta HDMI, internet Wi-Fi e um acabamento cromado com o logotipo em prata. Ele foi anunciado para com datas de lançamento globais, 11 de novembro para o Japão e 17 de novembro para América do Norte e Europa.

Em 6 de setembro de 2006, a Sony anunciou que o lançamento da PlayStation 3 região PAL (Europa e Oceania) seria atrasado até março de 2007 devido a baixa de diódos usados nos drive de Blu-ray Disc.

Em 22 de setembro de 2006 na conferência Tokyo Game Show de 2006, a Sony anunciou que incluiria HDMI nos sistemas de 20 GB com um logotipo prateado, mas não o acabamento cromado ou Wi-Fi. Também, o preço de lançamento do modelo de 20 GB japonês foi reduzido em 20% e o modelo de 60 GB foi anunciado em esquema de preço aberto no Japão. Durante o show, a Sony demostrou 27 títulos de PS3 jogáveis.

Lançamento

 

O PlayStation 3 foi lançado no Japão em 11 de novembro de 2006 às 07:00. Há relatos de que muitas das consoles iniciais foram obtidas por negociantes que pagaram principalmente para revender no eBay. De acordo com Media Create, 81,639 sistemas PS3 foram vendidos em menos de 24 horas da sua introdução ao Japão.

Pouco após o lançamento no Japão, o PlayStation 3 foi lançado na América do Norte em 17 de novembro, e enfrentou grande demanda dos consumidores. Relatos de violência envolvendo o lançamento da PS3 incluem um cliente baleado, compradores assaltados à mão armada, etc.

O PlayStation 3 foi lançado na Europa, Austrália e Nova Zelândia em 23 de março de 2007. Após os primeiros dois dias de vendas, o sistema tinha vendido aproximadamente 600,000 unidades.

Configurações de revenda

Assim como em outubro de 2007, foram anunciados quatro modelos de hardware para o PlayStation 3: um modelo de 20 GB, um de modelo de 60 GB, um modelo de 80 GB e um modelo de 40 GB (os nomes xx GB referem-se ao tamanho do disco rígido interno do sistema). Todos os pacotes de revenda incluem um controlador SIXAXIS, um cabo USB, um cabo de vídeo composto/saída de áudio estéreo e um cabo de força. O modelo norte-americano de 80 GB inclui uma cópia do jogo MotorStorm.

Em seu lançamento no Japão e América do Norte em novembro de 2006, duas versões do sistema foram lançadas; o modelo de 20 GB e o mais caro o modelo de 60 GB com funções adicionais. A Sony descontinuou o modelo de 20 GB nos Estados Unidos e Canadá em 11 de abril de 2007, citando uma falta na "demanda de consumidores",no entanto ele ainda está à venda no Japão.

Em 21 de maio de 2007, a Sony anunciou que o PlayStation 3 seria lançado no Coreia Korea em 16 de junho de 2007 em uma configuração apresentando um disco rígido de 80 GB.

Em 9 de julho de 2007, a Sony anunciou um modelo de 80 GB norte-americano, disponível a partir de 6 de agosto de 2007. Em 12 de julho de 2007, a Sony Computer Entertainment Europe anunciou um pacote chamado Starter Pack na Europa, incluindo um segundo controlador SIXAXIS e dois títulos da Sony Computer Entertainment de uma seleção dada, para ser vendido no mesmo preço que o modelo individual. A Sony Computer Entertainment Europe declarou que não planos de introduzir um modelo de 80 GB ou de baixar o preço do modelo de 60 GB na Europa.

Em junho de 2007, o presidente da Sony Computer Entertainment Europe David Reeves declarou que não há planos para o lançamento de um sistema de 80 GB nos territórios PAL e que a versão de 20 GB é "muito improvável".

Em 5 de outubro de 2007, a Sony Computer Entertainment Europe anunciou um modelo de 40 GB do PlayStation 3 para lançamento em seus territórios (Europa, Oriente Médio, África e Oceania) iniciando em 10 de outubro com um preço na Eurozona de €399.99; com o 60 GB Starter Pack recebendo uma redução no preço para €499 exceto na Irlanda e o Reino Unido, onde o Starter Pack será substituído por um Value Pack de £349 com dois jogos da Sony Computer Entertainment e um controlador Sixaxis (ao oposto dos dois controladores no Starter Pack de £425). Quando o estoque do modelo PAL de 60 GB estiver esgotado, o modelo de 40 GB será o único disponível nos territórios da Sony Computer Entertainment Europe.

O modelo de 40GB do PlayStation 3 foi disponibilizado na Austrália em 11 de outubro de 2007 e teve preço de AU$699 e NZ$799.95.

Diferenças

Em adição a todas as funções do modelo de 20 GB, o modelo de 60 GB tem um Wi-Fi IEEE 802.11 b/g interno, múltiplos leitores de cartão flash (SD/MultiMedia Card, CompactFlash, Memory Stick) e um enfeite cromado. Em termos de hardware, o modelo de 80 GB lançado na Coreia é idêntico ao modelo de 60 GB lançado nos território europeu, exceto pela diferença no tamanho do disco rígido. Assim com os modelos coreano e europeu, o modelo de 80 GB norte-americano também excluiu o chip Emotion Engine do PlayStation 2, ao invés fornecendo compatibilidade com os jogos de PlayStation 2 via emulação de software, desse modo reduzindo o nível de compatibilidade. O modelo de 40 GB não apresenta qualquer compatibilidade anterior com os títulos do PlayStation 2, tem duas portas USB ao invés de quatro em outros modelos e não inclui uma porta de múltiplos cartões.

Nenhum Wi-Fi ou leitores de cartão de memória flash oficial foram lançados ainda pela Sony para o sistema de 20 GB, entretanto planos para tais complementos estão em vigor. No entanto, como ambos os modelos apresentam quatro portas USB 2.0, o suporte a rede sem fios e cartão de memória flash pode ser obtida atualmente através do uso de uma variedade de adaptadores USB externos disponíveis.

Vendas e preço

 
Região Unidades vendidas Disponível desde
Japão 6,681,440 assim como 25 de dezembro de 2009 11 de novembro de 2006
América do Norte 15,539,142 assim como 25 de dezembro de 2009 17 de novembro de 2006
Territórios PAL 16,962,392 assim como 25 de dezembro de 2009 23 de março de 2007
Mundialmente 39,182,974 assim como 25 de dezembro de 2009 - VGCHARTZ

O custo de produção inicial do PlayStation 3 está estimado em US$805.85 para o modelo de 20 GB e US$840.35 para o modelo de 60 GB; entretanto, estavam custando US$499 e US$599, respectivamente. O alto custo de produção significou que cada unidade foi vendida com uma perda aproximadamente de US$250, contribuindo para a divisão de jogos da Sony informar uma perda de operações de ¥232.3 bilhões (US$1.97 bilhões) no término do ano em março de 2007. Em abril de 2007, logo após estes resultados serem publicados, Ken Kutaragi, o cabeça dos jogos na Sony, anunciou planos para aposentar-se. Várias agencias de noticias, incluindo o The Times e o The Wall Street Journal informaram que isso foi devido às poucas vendas, enquanto a Sony Computer Entertainment Inc. mantem que Kutaragi tinha planejado sua aposentadoria seis meses antes do anúncio.

Desde o lançamento do sistema, custos de produção foram reduzidos significativamente com resultado da remoção gradual do chip Emotion Engine e queda dos custos de hardware. O custo de produção dos microprocessadores Cell caiu drasticamente como resultado mudança para o processo de produção de 65 nm e a produção de diodos de Blu-ray estando entorno de US$100 mais barato.

As reduções do custo de produção cumulativa são as seguintes:

Em 8 de julho de 2007, a Sony anunciou queda no preço em que o modelo de 60 GB seria vendido por US$499; um novo modelo 80 GB seria vendido por US$599 a começar em 6 de agosto de 2007. De acordo com Amazon.com, o corte de preço fez com que o PlayStation 3 subisse nos rankings da Amazon em 3200%. Alguns dias antes do anuncio da queda de preço inicial, o presidente da Sony Computer Entertainment Europe David Reeves e o presidente da Sony Computer Entertainment Inc. Kaz Hirai confirmaram que a "queda no preço" foi em fato para preço de venda intencional para eliminar o estoque de unidades de 60 GB, a produção do qual foi atualmente interrompida no momento da anuncio da queda no preço. Após todas as unidades de 60 GB foram vendidas, somente a modelo de 80 GB permaneceu nas lojas dos Estados Unidos, vendido por US$599. Em 30 de agosto de 2007, o diretor principal de comunicações da corporação Sony Computer Entertainment America Dave Karraker declarou que havia vendido e enviado todos os seus modelos de 60 GB norte-americanos para revendas e que a companhia não havia mais qualquer inventário em seus armazéns.

Em 7 de Janeiro de 2007, a Sony atingiu sua meta de enviar 1 milhão de unidades para a América do Norte. Somente uma semana depois, em 16 de janeiro de 2007, a Sony confirmou que havia enviado 1 millão de unidades ao Japão, levando ao total mundial entorno de 2 milhões de unidades enviadas. Assim como 1 de abril de 2007, aproximadamente 5.5 milhões de unidades foram enviadas mundialmente. No Japão o PlayStation 3 esta com suas vendas superiores ao do Wii desde 28 de fevereiro de 2009. Em agosto de 2009, foi anunciada uma versão slim para o PS3.

Jogos

O PlayStation 3 foi lançado na América do Norte com um total de doze títulos, enquanto outros três foram lançados depois do final do ano. Após cinco dias de vendas foi confirmado que o jogo de tiro em primeira pessoa da Insomniac Resistance: Fall of Man havia sido o jogo mais vendido e foi altamente aclamado por muitos sites de videogame, incluindo GameSpot e IGN, ambos que deram-lhe o premio de Jogo do Ano para PlayStation 3 de 2006. Alguns títulos perderam a janela do lançamento e foram atrasados até 2007, como The Elder Scrolls: Oblivion, F.E.A.R. e Sonic the Hedgehog. Durante o lançamento japonês, Ridge Racer 7 foi o título de lançamento mais vendido, enquanto Mobile Suit Gundam: Crossfire também saiu-se bem nas vendas; ambos oferecidos pela Namco Bandai. O PlayStation 3 foi lançado na Europa com vinte e quatro títulos, incluindo alguns que não foram oferecidos no lançamento norte-americano e japonês, como Formula One Championship Edition, MotorStorm e Virtua Fighter 5. Resistance: Fall of Man.

Na E3 2007, a Sony conseguiu mostrar um número de seus jogos de PlayStation 3 previstos para lançamento, incluindo Heavenly Sword, Lair e Uncharted: Drake's Fortune, dos quais foram definidos para lançamento em 2007. Eles também mostraram um número de títulos para lançamento em 2008; mais notavelmente Killzone 2, a sequência altamente antecipada do jogo de tiro em primeira pessoa de 2004. LittleBigPlanet também foi demonstrado durante o evento e subseqüentemente o premio de jogo 'Mais Original' da feira. Um título completamente novo chamado Infamous também foi apresentado à mídia, expandindo o sempre crescente gênero de sandbox. Vários títulos de PlayStation Network foram mostrados, incluindo SOCOM: Confrontation e Warhawk, ambos que serão lançados como download via o PlayStation Store assim como em Blu-ray Disc. Foi também revelado que o jogo de tiro em primeira pessoa Unreal Tournament 3 seria exclusivo para PlayStation 3 em 2007, adicionando à seleção de de títulos exclusivos disponíveis para a temporada de férias. Porém em 2008 o Xbox 360 também recebeu o jogo. Talvez o maior anúncio, entretando, foi o altamente antecipado Metal Gear Solid 4: Guns of the Patriots que foi lançado exclusivamente para o PlayStation 3, em meio a rumores de que o jogo apareceria em outras plataformas, que logo foram desmentidos, o jogo foi lançado e hoje é o maior sucesso, apesar de não ser o mais vendido. Dois outros títulos exclusivos importantes que seriam lançados pela Square Enix para o PlayStation 3, Final Fantasy XIII (que na E3 2008 foi revelado que o jogo também virá para Xbox 360 e Final Fantasy Versus XIII, um capítulo duplo na compilação de Fabula Nova Crystallis, foram mostrados na TGS 2007 para que apelar o mercado japonês, assim outros títulos exclusivos como Star Ocean 4, White Knight Story e Yakuza 3.

Software

Sistema Operacional

 

A Sony adicionou a habilidade para o sistema operacional, referido como Software do Sistema, ser atualizado. Atualmente o sistema operacional do PlayStation 3 está na versão 3.15, que apresenta melhorias como transferir o conteudo dum disco rígido de um PS3 à outro usando um cabo Ethernet, a categoria "minis" (caso tenha baixado pela PlayStation Store para o PSP, podera baixa-los novamente para o PS3 usando a lista de downloads). O processo de atualização é similar a atualização de firmware do PlayStation Portable. As atualizações podem ser "baixadas" (Efetuado o Download) a partir da Internet diretamente do PlayStation 3 e subseqüentemente instalada. Isto pode ser cumprido pelo usuário via a função Actualização do Sistema sob Definições no XMB. A Sony também forneceu a habilidade de baixar atualizações do software do sistema a partir do site da web oficial do PlayStation para o PC do usuários e assim armazenar em mídia, no qual a atualização pode ser instalada no sistema. As atualizações também podem ser instaladas a partir de discos de jogos que necessitam da atualização para reproduzir o jogo. O PlayStation 3 tem a habilidade de armazenar software do sistema com tamanhos de até 128 MB.

Interface gráfica do usuário

A versão do Cross Media Bar para PlayStation 3 (não oficialmente chamado de Xross Media Bar ou oficialmente abreviado XMB) inclui 9 categorias de opções. Estas incluem: Utilizadores, Definições, Fotografia, Música, Vídeo, Jogo, Rede, PlayStation Network e Amigos (Similar à barra de mídia do PlayStation Portable). O PlayStation inclui a habilidade de armazenar diferentes perfis de usuário, explorar fotos, reproduzir música e filmes a partir do disco rígido, compatibilidade com um teclado e mouse USB, uma navegador da Internet completo e um menu de Amigos. Também, o PlayStation 3 adiciona a habilidade de multi-tarefas de modos como ouvir música ao jogar, navegar na web ou olhar imagens. O XMB do PlayStation 3 suporta uma variedade de formatos de arquivos (áudio, imagem, vídeo). Como o PlayStation 3 é capaz de executar o Linux, outros formatos podem ser reproduzidos através de sistema operacional, assumindo que o codec correto está presente. Em uma demonstração separada a Sony apresentou o "Mercado" (Marketplace) onde usuários podem comprar e baixar músicas. O PlayStation 3 reserva 64 MiB de RAM continuamente para funções XMB.

A cor de fundo padrão do XMB muda dependendo do mês ou ano atual e muda o brilho dependendo da hora do dia.

A Q-Games Ltd uma pequena companhia de desenvolvimento com base em Kyoto, Japão, desenvolveu a tecnologia gráfica por traz do XMB, seu plano de fundo estilizado e os visualizadores de música internos. O PlayStation 3 usa uma versão do navegador NetFront da Acess Co. como seu navegador da web interno, é o mesmo navegador usado no PlayStation Portable (com marca NetFront 2.81 pela Sony) com a mesma interface, menus e teclado virtual. A Sony também trabalhou com a Universidade de Stanford para trazer o projeto Folding@home para o PS3. Quando baixado, o programa pode ser configurado para rodar quando o sistema estiver ocioso ou executado manualmente pelo XMB.

No meio de 2008, a Sony disponibilizou, através do firmware 2.40 , a possibilidade de acessar O XMB sem precisar sair do jogo (XMB-in-game), isso era esperado desde o lançamento do PS3, porém a Sony, dizia que no momento não era possível. O firmware apresentou problemas com um significante número de usuários, que queixaram no fórum oficial, então, a Sony lançou o firmware 2.41, e alguns dias depois o 2.42, que corrigiam o problema e melhoraram a estabilidade do sistema, respectivamente.

Linux

A Sony incluiu uma opção no menu do XMB para instalar outro sistema operacional. Entre outras distribuições Linux, ubuntu, Fedora Core 5, openSUSE, Gentoo, Debian, e Yellow Dog Linux foram executadas no PlayStation 3. Nos modelos de 120GB e 250GB (Slim) essa opção foi retirada.

PlayStation Network

Em resposta ao sucesso da rede Xbox Live da Microsoft, a Sony anunciou um serviço online unificado para o console PlayStation 3 no congresso PlayStation Business Briefing de 2006 em Toquio; o serviço foi dado o título de "PlayStation Network Platform". Sony confirmou que o serviço será sempre conectado, gratuito e incluirá suporte multiplayer. Entretanto, desenvolvedores estarão livres para cobrar uma taxa de subscrição (assinatura), assim como é comum em jogos MMO.

Na Tokyo Game Show em 21 de setembro de 2006 foi revelado que usuários seriam capazes de baixar alguns dos milhares de títulos do PlayStation 1 e PlayStation 2 a partir do PlayStation Network por aproximadamente $5 à $15, começando com os menores em dados de jogo. A razão a permissão de tal funcionalidade é que a Sony quer dar aos usuários a escolha dos jogos de suas preferências. Ken Kutaragi também anunciou funcionalidade com outros consoles, similar ao Virtual Console da Nintendo, incluindo funcionalidade com Sega Genesis e TurboGrafx 16 confirmadas; entretanto, a Sega replicou que a Sony foi muito precipitada ao chamar isso de fato. A Sega está atualmente revendo a possibilidade, mas não tomou uma decisão ainda.

A interface de registro somente pode ser acessada através da interface do sistema PS3. Desde a atualização de firmware 1.60 há três métodos de escrita no PS3, que incluem um sistema de "pad telefônico" T9 na tela (similar a escrever uma mensagem de texto em um telefone móvel) que prevê palavras assim que elas são escritas. Outra é o tradicional teclado na tela e finalmente o uso de um teclado USB físico também está disponível. O texto previsto não prevê quaisquer palavras maiúsculas, fazendo com que usuários que querem usar esta função tenham que escrever todas as palavras em letras minúsculas e então, voltar e deixar as primeiras letras maiúsculas (se necessário). Uma alternativa é adicionar palavras ao dicionário de texto previsto interno do sistema; também, a unidade automaticamente mantém rastro de quaisquer termos escritos.

Cartões de crédito e dinheiro eletrônico (via o sistema Edy) são duas formas que os proprietários de PlayStation 3 têm para adquirir conteúdo através do PlayStation Store. No entanto, em 8 de maio de 2007 a Sony Computer Entertainment anunciou o PlayStation Network Tickets, uma forma de dinheiro eletrônico que pode ser usado na Store. O PlayStation Network Tickets, definido para estar disponível em unidades de 1,000, 3,000, 5,000, e 10,000 yen, podem ser adquiridos em lojas de conveniências pelo Japão. Cada ticket contem um código de 12 dígitos que pode ser escrito no PlayStation Network para colocar créditos na carteira eletrônica.

PlayStation Home

Durante o Game Developers Conference de 2007, a Sony anunciou o PlayStation Home, um novo serviço baseado em comunidade para o PlayStation Network, porém, não permite que usuários criem um personagem avatar para seus consoles PlayStation 3. Este avatar, que nas palavras de milhares de jogadores de Ps3 e X360 é uma cópia do avatar da XLive, terá sua casa, na qual pode ser adornada com itens que o jogador pode receber em vários realizações. No futuro o serviço também expandirá, permitindo que jogadores tenham mais tipos de roupas, assim como ter animais de estimação. O Home será uma experiência tipo Second Life e permitirá que jogadores de vários países interajam em um mundo virtual. O Home não atuará como um tipo de ponto de encontro para jogadores, apenas para os que querem jogar jogos multiplayer no PlayStation 3. Durante um vídeo de demonstração do Home, a Sony disse que um ícone Home e opções serão adicionadas ao Cross Media Bar (XMB), então é esperado que ele esteja disponível através de uma atualização de firmware ou download separado a partir do PlayStation Store. Um closed-beta foi iniciado em abril de2008, enquanto o lançamento final é esperado para o final de 2008.

Conectividade com o PlayStation Portable (PSP)

O PlayStation Portable pode conectar-se com o PlayStation 3 de muitas maneiras, incluindo conectividade no jogo. Por exemplo, Formula One: Championship Edition, um jogo de corrida, foi mostrado no E3 2006 usando um PSP como um espelho retrovisor em tempo real. Entretanto, esta função não estava no lançamento final, a Sony confirmou que a conectividade entre os dois consoles permanecerá uma opção para o futuro. Alem disso, é possível baixar jogos de PlayStation no PlayStation 3 a partir do PlayStation Store. Este jogos originalmente não eram jogáveis no PS3 antes da atualização da firmware 1.70 podendo assim ser enviadas para o PSP e jogadas usando o PlayStation Emulator do PSP's PlayStation Emulator.

A Sony também demonstrou o PSP reproduzindo conteúdo em vídeo, incluindo conteúdo em 1080p do disco rígido do PlayStation 3 sobre uma rede sem fio ad-hoc. Esta função é referida como Remote Play.

 

 

 

 

Jogos Wii

Wii Sports (2006)

 

The Legend of Zelda: The Twilight Princess (2006)

 

Super Mario Galaxy (2007)

 

Bee Movie Game (2007)

 

Sonic and the Secret Rings (2007)

 

Mario & Sonic at the Olympic Games (2007)

 

Scarface: The World is Yours (2007)

 

No More Heroes (2007)

 

Mario Kart Wii (2008)

 

Top Spin 3 (2008)

 

Bully: Scolarship Edition (2008)

 

DJ Hero (2009)

 

Dragon Ball: Revenge of King Piccolo (2009)

 

New Super Mario Bros. Wii (2009)

 

Jogos Playstation 3

MotorStorm (2006)

Genji: Days of the Blade (2006)

Beowulf (2007)

Uncharted Drake's Fortune (2007)

Colin McRare: Dirt (2007)

The Godfather: the Don's edition (2007)

Afrika (2008)

Grand Theft Auto IV (2008)

Soul Calibur IV (2008)

Sonic Unleashed (2008)

Spider-Man: Web of Shadows  (2008)

Tomb Raider: Underworld (2008)

Metal Gear Solid 4: Guns of the Patriots (2008)

Street Fighter IV (2009)

Resident Evil 5 (2009)

Voltar ao topo da página

Vídeos Interessantes

                                                                                        

Xbox 360

                                                                                        

 

 

Nintendo Wii

 

 

PlayStation 3

 

 

Sonic vs. Mario

Super Smash Bros. Brawl (Wii)

 

Jogos XBOX 360

Call of Duty 2 (2005)

Blue Dragon (2006)

Conan (2007)

Dynasty Warriors 6 (2007)

Assassin's Creed (2007)

MotoGP '08 (2008)

Alone in the Dark (2008)

Banjo-Kazooie:Nuts & Bolts (2008)

  Batman: Arkham Asylum (2009)

Afro Samurai (2009)

Guitar Hero Metallica (2009)

Pro Evolution Soccer 2010 (2009)

 

Nintendo Wii

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

O Wii (em japonês: ウィー, transl. ) é um console de videogame doméstico produzido pela Nintendo. É um videogame da sétima geração e o quinto console da Nintendo, sucessor do Nintendo GameCube, que foi lançado em 2001 no mercado americano e japonês. Seus principais concorrentes são o Xbox 360, da Microsoft, e o Playstation 3, da Sony. De acordo com o jornal Financial Times, o Wii era o líder de vendas de sua geração em 12 de setembro de 2007, com base nos dados de vendas das empresas Enterbrain, NPD Group e GfK.

O Wii foi anunciado oficialmente na feira anual de jogos E3 de 2005 e lançado no mercado no final de 2006. Antes do anúncio do nome oficial do console, no dia 27 de abril de 2006, era conhecido como Nintendo Revolution. Seu código de modelo é RVL-001 (cuja sigla vem de ReVoLution).

O console destaca-se pelo seu controlador sem fios, o Wii Remote, dotado de um sensor capaz de detectar movimentos em três dimensões. Outra característica do console é o WiiConnect24, que permite receber mensagens e atualizações através da internet durante o modo stand-by.

Em 2007, foi anunciado que o Wii conduziu a Nintendo de volta à condição de líder no mercado de videogames da atual geração, posição que a empresa havia deixado de ocupar há 17 anos.

História

Nome

O console era conhecido pelo nome de seu código de modelo "Revolution" até o dia 27 de abril de 2006, antes mesmo de seu anúncio na E3, quando o novo nome oficial, Wii, foi adotado. A mudança foi mencionada na rede de televisão estadunidense CNN. Embora muitos usem o plural do console como "Wiis", a Nintendo afirmou que a forma certa de pronúncia e escrita é "consoles Wii". A Nintendo tem dado diversas razões para esta escolha do nome do console desde o seu anúncio, no entanto, a mais conhecida é a seguinte:

Wii soa como "nós", em inglês, que enfatiza que o console é para todos. Wii pode ser facilmente lembrado por pessoas ao redor do mundo, não importa o idioma que falam. Sem nenhuma confusão. Não há necessidade de abreviar. Apenas Wii.

Apesar da Nintendo ter justificado a mudança do nome, alguns desenvolvedores de jogos e membros da imprensa reagiram negativamente sobre ela. Preferindo "Revolution" ao invés de "Wii". O presidente da Nintendo das Americas, Reggie Fils-Aime, reconheceu a reação inicial e ainda explicou sobre a mudança:

Revolution não é um nome ideal; é longo, e em algumas culturas, é difícil de se pronunciar. Então nós queríamos algo fosse curto, fácil de se pronunciar, e distintivo. Foi como Wii, o nome do console, foi criado.

Lançamento

Em 31 de janeiro de 2006, a Nintendo iniciou a divulgar as informações do console para o Japão, América do Norte e do Sul, Australásia, a Ásia e a Europa, incluindo as datas, preços e os números das distribuições dos consoles e seus acessórios, sendo que nas Américas a distribuição foi a maior de todas e que 33 títulos de jogos já estavam disponíveis durante o seu lançamento. O Reino Unido teve uma grande escassez nas unidades do console quando foi lançado em 8 de dezembro de 2006. O Wii foi lançado na Coreia do Sul em 26 de abril de 2008 e em Taiwan em 12 de julho de 2008, sendo os últimos países a receberam os consoles, seus acessórios e jogos.

Vendas do console

Vendas das unidades no lançamento
Região Vendas Lançamento
Estados Unidos
32,22 milhões
18 de janeiro de 2010
Japão
9,70 milhões
18 de janeiro de 2010
Outras regiões
25,70 milhões
18 de janeiro de 2010
Total
67,62 milhões

Desde o seu lançamento, o número de vendas mensais do console tem sido maior do que seus concorrentes em todo o mundo. De acordo com os dados das vendas do NPD Group, o Wii vendeu mais unidades nos Estados Unidos do que o Xbox 360 e o PlayStation 3 no primeiro semestre de 2007. Este crescimento das vendas aumenta ainda mais no mercado japonês, onde atualmente é o líder de vendas totais, tendo vendido mais unidades que seus dois principais concorrentes: Playstation 3 e Xbox 360 juntos. Na Austrália o Wii ultrapassou o recorde estabelecido pelo Xbox 360, e acabou se tornando a venda mais rápida em videogames em toda a história da Austrália.

Em 12 de setembro de 2007, foi relatado pelo jornal internacional Financial Times, que o Wii ultrapassou o Xbox 360, que acabou sendo lançado um ano antes, e tinha-se tornado o líder do mercado em consoles domésticos da atual geração, com base dos dados das vendas das empresas Enterbrain , NPD Group, e GfK. Esta é a primeira vez que um console da Nintendo, levou a sua liderança nas vendas desde o Super Nintendo Entertainment System, console que tinha sido lançado em 1990.

Em 11 de julho de 2007, foi dito que o Wii permaneceria um curto fornecimento durante todo o ano de 2007. Reggie Fils-Aime revelou, em dezembro de 2007, que a Nintendo produzia cerca de 1.8 milhões de unidades do console a cada mês, algumas lojas britânicas ainda tinham sua escassez desde o seu lançamento em dezembro de 2006, a procura acabou utrapassando a dos Estados Unidos, chegando a vender tão rapidamente quanto a chegada de seus estoques. Em outubro de 2008, a Nintendo anunciou que, entre outubro e dezembro do mesmo ano, o fornecimento do Wii teve um grande aumento para a América do Norte, tendo a produção de 2.4 milhões de unidades por mês em todo o mundo, comparando com 1.6 milhões por mês durante o ano de 2007.

Em 2007, o Wii foi o segundo console mais vendido (apenas atrás do Nintendo DS) nos Estados Unidos e no Japão, com 6,29 milhões de unidades vendidas e 3,629,361, respectivamente, de acordo com os dados do NPD Group e da Enterbrain. Na Europa, o Wii vendeu 0.7 milhões de unidades em 2006 e 4.8 milhões em 2007, de acordo com as estimativas da Electronic Arts, sendo que em 2008 o console foi o mais vendido no Japão com 2,908,342 unidades, segundo a Enterbrain. Nos Estados Unido, o Wii vendeu 10.9 milhões de unidade em 1 de julho de 2008, tornando-se o líder da atual geração de consoles domésticos, de acordo com o dados da NPD Group, superando o Xbox 360 que foi lançado um ano antes. A partir do dia 1 de novembro de 2008, o Wii já tinha vendido 13.4 milhões de unidades no Estados Unidos, quase dois milhões a mais do que o Xbox 360 e duas vezes mais que o PlayStation 3, segundo o NPD Group.

No Japão, o Wii superou o número de unidades vendidas de seu antecessor, o Nintendo GameCube, em janeiro de 2008, com 7,526,821 respectivamente a partir do dia 28 de dezembro de 2008, segundo a Enterbrain. De acordo com o NPD Group, o Wii ultrapassou o Xbox 360, se tornando o console doméstico mais vendido de sua geração no Canadá, tendo 813,000 de unidades vendidas até 1 de abril de 2008 nos primeiros seis meses de venda. Segundo o NPD Group, o console já vendeu um total de 1,060,000 de unidades do Canadá, a partir de 1 de agosto de 2008, tornando-se o primeiro videogame a superar a marca de 1 milhão de suas vendas. No Reino Unido, o Wii lidera na geração atual de consoles domésticos, com 4,9 milhões de unidades vendidas, tendo o início em 3 de janeiro de 2009, segundo o GfK. Em 25 de março de 2009, durante a Game Developers Conference, Satoru Iwata disse que as vendas do console já tinham atingindo mais de 50 milhões.

Enquanto a Microsoft e a Sony têm tido prejuízos produzindo seus consoles, o contrário acontece com a Nintendo. A Nintendo informou ter "otimizado" os custos da produção para poder obter uma significativa margem de lucro com cada unidade vendida. Em 17 de setembro de 2007, o jornal Financial Times relatou que o lucro das vendas do Wii podem variar entre 13 dólares no Japão a 49 dólares nos Estados Unidos e 79 dólares na Europa. Em 2 de dezembro de 2008, a revista Forbes, informou que a Nintendo tem um lucro operacional de 6 dólares por unidades vendidas do console.

Marketing

A Nintendo espera um alvo de marketing mais amplo com o seu console do que os outros da sétima e atual geração. Em uma conferência de imprensa para o futuro jogo a ser lançado para o Nintendo DS, Dragon Quest IX, em dezembro de 2006, Satoru Iwata insistiu, "Não estamos pensando em combater a Sony, mas sim sobre a forma de muitas outras pessoas começarem a jogar. A coisa que estamos pensado não são mais sistemas portáteis, consoles, e assim por diante, nós queremos novas pessoas jogando novos jogos de diversas maneiras".

Os comerciais de televisão financiados pela Nintendo e dirigidos pelo ganhador do Oscar, Stephen Gaghan, na América do Norte estão fazendo sucesso e aumentando suas vendas com os anúncios na internet. Os principais slogans feitos são, "Wii would like to play" e "Experience a new way to play", tendo as suas primeiras transmissões em 15 de novembro de 2006 e com um orçamento de mais de US$ 200 milhões durante o ano inteiro. A Nintendo é a primeira empresa a conseguir uma ampla base de estratégia publicitária com os seus vídeos de apenas dois minutos, mostrando diversas maneiras em que as pessoas se beneficiam com o console. A música apresentada aos anúncios foram feitas a partir da canção "Kodo (Inside the Sun Remix)" pela banda Yoshida Brothers.

Hardware

O Wii é o menor console doméstico fabricado pela Nintendo até os dias de hoje; tendo 44 mm de largura, 157 mm de altura e 215.4 mm de profundidade em sua posição vertical, o equivalente a três capas de DVD empilhadas juntas. Quando o Wii passa a usar o seu suporte de apoio, o que já está incluso com o console, suas medidas se diferenciam para; 55.4 mm de largura, 44 mm de altura e 225.6 de profundidade. O console pesa 1.2 kg, o que o faz ser o mais leve dos três principais videogames da sétima geração.

Na frente do console, ele apresenta o seu slot, onde o jogador pode usar ambos Nintendo optical disc (Disco ótico da Nintendo), podendo ser os jogos de seu antecessor, o Nintendo GameCube (8 cm) e os próprios discos feitos para o Wii (12 cm). A luz azul emitida pelo console é acesa brevemente quando algum disco de jogo está preste a ser jogado, quando uma nova atualização é recebida através do WiiConnect24, ou até mesmo quando o jogador tem alguma mensagem que não foi lida por outro usuário que a mandou. O Wii possui duas entradas para USB, que estão localizadas em sua traseira. Também existe a entrada de usar cartões de memória SD que fica na parte frontal do console, o cartão SD pode ser usado para fazer o carregamento de imagens que podem ser modificadas pelo próprio usuário com o Wii Remote no Photo Channel ou ser usado para o backup de dados de jogos do Virtual Console e do WiiWare. Para utilizar a transferência de jogos salvos para o cartão SD, é necessário a instalação de uma atualização, que pode ser feita somente se o Wii estiver conectado à internet ou inserindo um disco a atualização do firmware. O cartão SD também pode ser usado para criar e modificar formatos de tipos de música em seus jogos diretamento do MP3, sua primeira aparição foi no jogo Excite Truck.

A Nintendo revelou que o Wii, o Wii Remote e seus acessórios teriam novas cores, entre eles, preto, prata, verde e vermelho, mas atualmente ele apenas está disponível em branco. Shigeru Miyamoto afirmou que outras cores ficariam disponíveis após a flexibilização das vendas do console. Até então a única cor diferente disponível é a preta.

O pacote de lançamento do Wii é igual para todas as regiões do mundo, nele inclui o próprio console, um suporte de apoio (para que o videogame possa ficar na posição vertical), uma superfície circular para ajustes da preferência de cada jogador, um Wii Remote, um Nunchuk que pode ser plugado ao Wii, uma Sensor Bar, uma principal fonte de alimentação externa, duas pilhas recarregáveis AA, um vídeo composto com conector RCA, um adaptador SCART em alguns países da Europa (outros tipos de cabo para o console estão disponíveis separadamente) e uma cópia do jogo Wii Sports para todos os países, exceto o Japão e a Coreia do Sul.

Em 11 de julho de 2007, a Nintendo revelou o Wii Balance Board na E3 de 2007, juntamente com o Wii Fit. Ele trata-se de uma balança de equilíbrio com Bluetooth, sendo um acessório para o Wii que contém vários sensores utilizados para medir a pressão que o jogador faz ao ficar em cima da balança.

Na Nintendo Fall Press Conference em outubro de 2008, Satoru Iwata anunciou que os proprietários do Wii terão a opção de download do conteúdo do WiiWare e do Virtual Console diretamente para um cartão SD. Esta opção foi uma alternativa para resolver a memória insuficiente de armazenamento do console. Durante o anúncio teve a afirmação que a opção de download estaria disponível no Japão na primavera de 2009, a atualização permite o uso de cartões SDHC, aumentando o seu limite de 2 GB para 32 GB.

Wii Remote

O Wii Remote (também chamado de Wiimote) e antes como "freehand", é o controle e a principal atração do Wii, reside nele todo o discurso da Nintendo sobre a revolução no modo de se jogar. Ele é um controle conectado ao console vía Bluetooth, onde os movimentos são captados e transmitidos pela Sensor Bar (Barra de Sensor) que o jogador faz ao movê-lo, funcionando como uma espécie de "mouse aéreo". Além disso, ele conta com um sistema de vibração (rumble) e um pequeno alto-falante que emite os sons de uma maneira mais simples e próximos do jogador, como o bater de uma espada ou o som de um tiro, que quando acertam seus alvos têm os sons emitidos pela televisão, dando a impressão do movimento do tiro no ambiente. Também é possível desligar o videogame à distância, apertando o botão "Power" em uma das extremidades do controle, sem precisar ir até o console para desligá-lo manualmente.

Para que o usuário não tenha a necessidade de ir até o aparelho para mudar as quantidades de jogadores, existe também a opção de mudá-lo pelo próprio controle. Alguns jogos podem requerer que o controle seja usado horizontalmente, como jogos de corrida em Mario Kart Wii, assim como o controle do Nintendo Entertainment System. O Wii Remote tem a notável importância na estratégia da Nintendo para esta nova geração de videogames. O conceito já abordado da revolução no modo de se jogar, pode ser um fator decisivo na briga da atual geração. No Japão, algumas das marcas de televisão japonesa, já é possível que o Wii Remote possa mudar o volume e os canais.

O controle ainda possui em sua extremidade uma base para que sejam plugados alguns periféricos, entre eles o mais famoso, que é chamado de "Nunchuk", que possui os botões Z e C em formato de gatilho, uma alavanca analógica e conta também com sensores de movimento assim como o do Wii Remote. Ainda existe outros acessórios para serem usados no Wii Remote, como o Classic controller (que foi feito para se jogar antigos jogos do Virtual Console, mas pode ser usado em alguns jogos de Wii), Wii Remote Jackets, protetores feitos de silicone, para que o controle permaneça conservado e o Wii MotionPlus que foi feito como um dispositivo que conecta-se ao Wii Remote para aumentar a capacidade dos movimentos feitos pelo jogador em tempo real.

Memória de armazenamento

O Wii contém 512 megabytes de memória flash interna e possui uma entrada para cartão SD de armazenamento externo. O cartão SD pode ser usado para fazer o carregamento de fotos e também fazer o backup dos dados de um jogo salvo que foi baixado pelo Virtual Console ou do WiiWare. Para utilizar o transferimento do jogo salvo, é necessário fazer uma atualização, que é apenas possível quando o console está conectado à internet, ou através da inserção de um disco contendo uma atualização de um jogo. O cartão SD também pode ser utilizado para criar músicas personalizadas em jogos, a partir de arquivos armazenados de MP3, como foi mostrado pela primeira vez em Excite Truck; também pode ser usado para mudar a música de apresentação do Photo Channel.

Na Nintendo Fall Press Conference, em outubro de 2008, Satoru Iwata anunciou que o os proprietários do Wii terão a opção de download dos jogos do WiiWare e do Virtual Console diretamente de um cartão SD. Esta opção seria para oferecer uma alternativa para "resolver" a pequena memória de armazenamento que o consle possui. O anúncio divulgou que esta solução estará disponível no Japão, durante a primavera de 2009.

Questões técnicas

Na primeira atualização que o software do Wii recebeu através do WiiConnect24 fez com que algumas unidades ficassem totalmente inutilizáveis. Isto obrigou os usuários a enviar as suas unidades para reparação técnica com a Nintendo ou a possibilidade de trocá-los gratuitamente.

Com o lançamento dos produtos e dos jogos feitos de dupla camada para os discos ópticos do Wii, a Nintendo das Américas afirmou que alguns consoles poderiam ter uma dificuldade durante a leitura, devido as lentes dos lasers.

O Wii Remote também poderia acabar perdendo o seu foco nos movimentos com o Sensor Bar, exigindo uma nova sincronização. O site oficial de ajuda da Nintendo fornece as instruções para a configuração e solução de problemas relativos ao console.

Questões jurídicas

A Interlink Electronics, empresa especializada em tecnologia de interfaces de usuários, acabou apresentando uma ação judicial contra a Nintendo, sobre a violação das funcionalidades do Wii Remote, alegando a "redução das vendas e/ou os lucros em resultado das atividades ilícitas" da Nintendo. Outro caso foi com uma empresa chamada Texas-based company, mas conhecida como, Lonestar Inventions também abriu um processo contra a Nintendo, afirmando que a empresa copiou o design de um de seus capacitores, o mesmo usado no Wii.

A Anascape Ltd., tembém apresentou uma ação judicial contra a Nintendo por infrações relacionadas aos controladores do console. Em um veredicto que aconteceu em julho de 2008, concluiu que seria proibido à Nintendo de vender o Classic Controller apenas nos Estados Unidos, mas com discussões ao U.S. Court of Appeals for the Federal Circuit, congresso que trata de questões federais, a Nintendo está livre para poder continuar as vendas de seu Classic Controller para os Estados Unidos.

Recursos

O console inclui uma série de características internas disponibilizados a partir dos seus componentes de hardware e firmware que o usuário possa usar. O hardware permite a expansão através de portos extendibility enquanto o firmware pode receber atualizações periódicas, através do serviço online WiiConnect24.

Wii Menu

O Wii Menu formam coletivamente a interface do menu do Wii, onde contém os Canais do console que o jogador possui. Os seis primeiro Channels, que já estão incluídos ao Wii, são o Disc Channel, Mii Channel, Photo Channel, Wii Shop Channel, Forecast Channel, e News Channel. Os vários Channels foram inspirados na televisão e são indicados graficamente em uma grade, e a sua navegação é feita usando o próprio Wii Remote. A tela pode ser modificada, podendo trocar os Channels de posição conforme as preferências do usuário, exceto o Disc Channel (channel que é feita a leitura do DVD). Isto incluí também os jogos do Virtual Console e do WiiWare, que apenas podem ser usados quando o console está ligado na internet, pois quando é feito o download dos jogos, eles automaticamente viram novos Channels. Para se arrastar e mudar as posição dos Channels deve-se pressionar simultaneamente os botões A e B do Wii Remote.

Quando o Wii do jogador é conectado à Internet, ele ficará disponibilizado de obter e usar novos Channels, como o Internet Channel, Everybody Votes Channel, Check Mii Out Channel, Nintendo Channel, entre outros. Além de poder mandar mensagens para consoles de outros usuários, jogar os jogos que possuem Nintendo Wi-Fi Connection contra jogadores do mundo inteiro e receber atualizações através do WiiConnect24.

Retrocompatibilidade

O Wii é totalmente compatível com todos os jogos em Mini DVD de 8 cm, memory cards e controles do Nintendo GameCube, seu antecessor, inclusive os controles sem fio (WaveBird) e os DK Bongos usados em Donkey Konga 1, 2 e 3 (sendo esse último lançado somente no Japão) e Donkey Kong Jungle Beat.

Conectividade com Nintendo DS

O sistema do Wii suporta conectividade de rede sem fio (Wireless) com o Nintendo DS sem quaisquer acessórios suplementares. Esta conectividade permite que o usuário possa utilizar a touchscreen (tela sensível ao toque) e o microfone do Nintendo DS mesmo jogando contra um jogador que possui um Wii.

A Nintendo deu o primeiro exemplo de um jogo usando a conectividade do Nintendo DS e o do Wii, sendo que foi Pokémon Battle Revolution. Posteriormente a Nintendo lançou o Nintendo Channel, que permite o download de demostrações de jogos do DS ou dados adicionais para o Nintendo DS, basta tocar em DS Download Station no DS/DSi Menu, e apenas pode ser usado se o console estiver ligado à internet.

Conectividade online

O console é capaz de se conectar à internet através de seu protocolo de conexão Wi-Fi 802.11b/g ou através de um conector USB, com ambos os métodos que permitam o acesso aos jogadores, eles ficam disponíveis de usar o serviço Nintendo Wi-Fi Connection. Os processos de segurança da rede Wireless do Wii são suportados por WEP, WPA (TKIP/RC4) e WPA2 (CCMP/AES). A conexão AOSS acabou sendo acrescentada discretamente na atualização do firmware 3.0. Assim como o Nintendo DS, a Nintendo não cobra nenhum tipo de taxa para os usuários poderem jogar através do serviço, no Wii também existe a opção de adicionar um "amigo", utilizando o sistema Friend Code que nele os jogadores podem se conectar um ao outro com uma senha que possui 12 algarismos. Um outro tipo de conectividade é o Wii Message Board, no qual qualquer usuário pode enviar mensagens para um outro console.

O serviço tem várias outras funcionalidades para o console, incluindo o Virtual Console, WiiConnect24, o Internet Channel, Forecast Channel, Everybody Votes Channel, News Channel e o Check Mii Out Channel. O Wii também pode se comunicar e conectar com outros consoles Wii através da rede Wireless LAN, o jogo Battalion Wars 2 foi o primeiro a demonstrar esse tipo de recurso.

Em 9 de abril de 2008, a emissora BBC anunciou que a sua linha interativa, a BBC iPlayer, vai estar disponível no Wii através do Internet Channel, apenas para os usuários do Reino Unido.

Controle dos pais

O Wii possui o controle dos pais, que pode ser utilizado para proibir usuários mais jovens de jogar jogos cujo conteúdo possa ser considerado inadequado para a idade. Quando uma tentativa de começar o jogo do Wii ou do Virtual Console é feita, o console "lê" o conteúdo de sua faixa etária.

Hoje (7ª geração)

Xbox 360

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Xbox 360, da Microsoft, é o sucessor do console Xbox e desenvolvido em cooperação com a IBM, ATI, Samsung,SiS e,nVidia.

O Xbox 360 foi apresentado oficialmente na MTV em 12 de Maio de 2005. Os detalhes do lançamento e alguns jogos, foram divulgados uma semana depois na E3. O console foi lançado em 22 de Novembro de 2005 nos Estados Unidos, em 2 de Dezembro de 2005 na Europa e em 10 de Dezembro de 2005 foi lançado no Japão. No Brasil, o Xbox 360 é vendido oficialmente pela Microsoft desde 1 de dezembro de 2006 tornando-o o primeiro console de jogos a ser comercializado diretamente por seu fabricante no país.

O Xbox 360 concorre no mercado com o PlayStation 3, da Sony e o Wii, da Nintendo como parte da sétima geração de consoles de Video Games.


No dia 28 de Março de 2007, dia 29 de Abril nos Estados Unidos, a Microsoft anunciou o lançamento, de uma terceira versão do console, o Xbox 360 Elite.

A diferença entre as versões

O Xbox 360 tinha três versões, Arcade, Premium (ou Pro) e Elite. Hoje em dia só se comercializa a versão Elite e Arcade.

Algumas diferenças entre as versões estão na tabela abaixo:

Xbox 360 Versão Elite

Xbox 360 Versão GoPro

Xbox 360 Versão Arcade

Disco Rígido Removível Sim, 120 GB Sim, 60 GB Memoria interna de 512 MB

(HDD Removível pode ser comprado separadamente)

Cabo Ethernet Sim Sim Não (Pode ser comprado separadamente)
Acabamento do leitor de DVD cromado Sim Sim Não
Xbox Live headset Sim (Preto) Sim Não (Pode ser comprado separadamente)
Xbox Live Sim Sim Sim
1º Mês de experiencia gratuita do Xbox Live Gold Sim Sim Sim
Controlador Sem Fios Sim, 2.4 GHz (Preto) Sim, 2.4 GHz Sim, 2.4 GHz
Porta HDMI Sim Sim Sim
Cabos de Vídeo Incluídos Cabo de Vídeo Composto Cabo de Vídeo Composto Cabo de Vídeo Composto
Preço R$1.299,00/R$1.999,00 {kit oficial} Aprox. R$1100,00 {no exterior} R$999,90/R$1.249,00 {kit oficial}

O primeiro Xbox 360 veio com um controle remoto para filmes e DVD, mas este pode ser comprado separadamente. O controle sem-fio do Xbox 360 também funciona como controle remoto de filmes e DVD.

Algumas funções das três versões:

Acessórios Oficiais

Defeitos

O Xbox 360 está sujeito a numerosos problemas técnicos. Desde o lançamento do console, em 2005, usuários reportaram preocupação sobre a taxa de falha dos aparelhos. Para dar suporte aos clientes com consoles defeituosos, a Microsoft estendeu a garantia do aparelho para três anos, para erros que se incluem em "falha geral de hardware". Esta é reconhecida quando os três quadrantes ao redor do botão liga/desliga do console ficam vermelhos e piscando. O erro também é conhecido como "anel vermelho da morte" (Red Ring of Death) ou 3RLs (Three Red Lights - Três Luzes Vermelhas/Três Luzes da Morte). Em abril de 2009, a garantia se estendeu também para erros relacionados ao código E74. A extensão da garantia não cobre outros quaisquer tipos de falha que não geram esses específicos códigos de erro.

Esse problema ocorre por superaquecimento da GPU (3RLs) ou por falha da mesma GPU.

Desde que estes problemas surgiram, a Microsoft vem tentando modificar o console para melhorar sua confiabilidade. As modificações incluem uma redução no número, tamanho e lugar dos componentes, adição de epóxi nos cantos e nas bordas da CPU e GPU como cola para prevenir movimentos relacionados à placa durante muito calor, e um segundo dissipador de GPU. Ainda não está claro se estas modificações foram adicionadas apenas em consoles reparados pela Microsoft ou se elas também foram adicionadas a novos consoles.

A placa Valhalla. A Microsoft anunciou planos de lançamento de um novo hardware para seu console Xbox 360 sob o codinome Jasper para agosto. De fato, alguns rumores vão mais além e indicam que sob o projeto Valhalla, a companhia TSMC estaria recebendo ordens para produzir um chip que combina CPU, GPU e controlador de memória em uma só peça de silício.

O novo design Jasper consumirá menos energia, gerará menos ruído e necessitará de sistemas de refrigeração menos complexos. Incluirá CPUs da IBM, processadores gráficos da ATI (ambos chips fabricados sob processo de 65 nm) e um novo controlador de memória fabricado pela TSMC.

Os rumores da arquitetura que substituirá a Jasper chegaram aos ouvidos dos correspondentes do site X-bit Labs e indicam que a empresa taiwanesa estaria encarregada da fabricação dos principais componentes de hardware do Xbox 360 com um chip que reúne CPU, controlador de memória e uma unidade de processamento gráfico.

A Microsoft está estudando esse tipo de solução para integrar o design da CPU da IBM com o processo de fabricação da Taiwan Semiconductor Manufacturig Co. A aposta por esse tipo de integração poderia reduzir os custos de produção, tornando o console mais competitivo.

Project Natal

Project Natal é o nome dado para o projeto no Xbox que permite jogar sem uso de qualquer equipamento de controle (como joysticks), através de voz, gestos e outros meios. Anunciado em 1 de Junho de 2009, na E3, há previsão de lançamento para novembro de 2010. Mais detalhes na página "O Futuro."

 

 

 

MENU

Clique nos BOTÕES do Wii Remote

8bits 32 bits home de la para ca o futuro